Você é espontâneo? Conheça esse “remédio natural”

Você se considera espontâneo? Você sabia que a espontaneidade pode trazer benefícios para a sua saúde?

Mas, Sandrine, o que é ser espontâneo, afinal?

De acordo com o dicionário Michaelis, espontâneo é um adjetivo que significa:

1 Que se pratica de livre vontade; voluntário: 
2 Que ocorre sem causa exterior aparente:
3 Sem artifício; sem elementos estudados ou ensaiados; natural, verdadeiro:

Por exemplo, é fácil de observar a espontaneidade nas crianças. Elas estão em coerência com o que pensam, sentem e agem. Vivem plenamente o presente, não vivem no passado nem no futuro. Por isso, elas tem uma capacidade visível de recompor-se rapidamente nas mais diversas circunstâncias.

Inspirar-se na espontaneidade das crianças pode ser uma das chaves para o bem estar, para a saúde física e psicológica. Pois, de alguma forma todos somos bipolares, esquizofrênicos, psicóticos em algum grau. Mas, o que geralmente determina as doenças e diagnósticos é a duração e intensidade das manifestações, mais do que os próprios sintomas.

Você lembra de como agia quando criança?

O retorno à espontaneidade e a viver no presente pode ser um caminho de de cura para algumas patologias. Ou, ao menos de prevenir algumas delas. Nesse sentido, ser espontâneo também pode ser traduzido como a capacidade de deixar fluir o Amor onde não está mais fluindo,

Treinar a auto-observação, ou seja, observar o que você está sentindo a todo o momento, é uma forma de reaprender a estar no presente. Além disso, a auto-observação e o estado de presença são princípios fundamentais para o autoconhecimento.


Se você gostou desse assunto, pode ser que você se interesse pelo e-Book “Como Ser Feliz para Sempre: Uma Jornada do ego ao Self” ❤️

Tags: | | | | | | |

Sobre o Autor

Sandrine Swarowsky
Sandrine Swarowsky

Desde que fui morar na Grécia em 2008, uma série de mestres e sincronicidades me despertaram para a dimensão espiritual. Isso me levou a uma crise vocacional e a partir disto a buscas que me levaram a um encontro extraordinário: o encontro comigo mesma, uma semente que venho cultivando e que vem crescendo e que, como toda grande colheita, é para ser compartilhada! Saiba mais em Autora.

0 Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *