Carregando...
Consciência

O que é sincronicidade?

sincronicidade

Você já parou para observar as coincidências que acontecem no seu dia-a-dia? E, mais do que isso, já refletiu sobre a sua reação quando elas ocorrem? Você costuma dar atenção e busca um significado para o acontecimento ou acredita que seja apenas fruto do acaso?

O QUE É SINCRONICIDADE

Quando existe uma conexão entre um evento externo e um sentimento, pensamento e desejo internos, podemos dizer que ocorre uma sincronicidade. Conceito criado por Carl Jung, a sincronicidade se refere a acontecimentos que se relacionam não por relação causal, mas por relação de significado.

Essa ligação entre o mundo exterior e o interior, pode ser percebida, por exemplo, quando você pensa em alguém e em seguida recebe uma mensagem desta pessoa. Ou quando você deseja uma determinada informação e encontra um livro ou uma pessoa que traz exatamente a informação que você estava buscando, como se “caísse do céu”. Neste caso, o pensamento em uma determinada pessoa ou o desejo por uma informação (realidade interior) se encontra com um evento exterior, tal como receber a mensagem ou encontrar o livro ou a pessoa que traz exatamente as informações que você estava procurando.

SINCRONICIDADE E AUTOCONHECIMENTO

Esse tipo de experiência costuma ter um impacto emocional, de forma que nos toca e nos sensibiliza de alguma forma.  A sensação que dá é de que a vida é mágica ou de que alguma força poderosa está agindo e organizando esses acontecimentos para trazer “pistas” sobre os caminhos a seguir. De fato, a sincronicidade evidencia o poder que cada um tem de co-criar a própria realidade e a importância de escolher conscientemente os nossos eventos internos, sejam pensamentos, sentimentos ou desejos, para que coincidam com os eventos externos, criando oportunidades úteis à nossa jornada de autoconhecimento e autorrealização.

COMO RECONHECER OS SINAIS

Quando nos abrimos para os sinais que se apresentam por meio das circunstâncias do dia-a-dia, esse estado de entrega e presença nos permite enxergar o surgimento das mensagens que podem trazer respostas a dúvidas e angústias.

Cultivo este hábito na minha vida pessoal. Quando preciso tomar uma decisão, por exemplo, e estou incerta sobre qual escolha fazer, adoto uma postura de detetive do Universo, me abro para os sinais e nesta postura de entrega e presença, pode ser que uma frase num outdoor ou uma conversa ouvida numa sala de espera entre duas pessoas desconhecidas traga a informação que necessito para tomar uma melhor decisão.

Vou compartilhar um exemplo que me marcou: há alguns anos atrás, estava pensando em fazer um curso em Fortaleza que há muito tempo sonhava em fazer. O investimento era alto, então eu precisava ter certeza de que era o que deveria fazer. Estava nos último dias da inscrição e precisava decidir. Entreguei a incerteza para o Universo e neste caso, pedi propositadamente um sinal. Saí de casa e parei no posto de gasolina para calibrar os pneus do carro. Mal estacionei, um senhor que tinha acabado de calibrar os pneus do carro dele, abriu os braços e um sorriso largo na minha direção, com uma felicidade e acolhimento que confesso nunca presenciei num posto de gasolina, e se ofereceu prontamente para me ajudar a calibrar. Olho para a camiseta dele e tinha uma estampa colorida com as palavras “Fortaleza – CE”. Simplesmente não tive mais dúvida. Quando cheguei em casa, paguei a inscrição e comprei as passagens. E hoje posso dizer: foi a melhor decisão da minha vida.

DESFRUTE AS SINCRONICIDADES

A sincronicidade pode ser considerada uma linguagem do Universo para comunicar, por meio do mundo externo, o que está acontecendo no nosso mundo interno, bem como as oportunidades que nossos pensamentos, sentimentos e desejos estão criando, para as quais podemos nos direcionar.

Para tirar proveito destes sinais, adote uma postura mais presente no seu dia-a-dia. Não aquele tipo de atenção forçada, como quem espera ansiosamente uma resposta da vida em cada momento. Ao contrário, mantenha-se aberto sem esforço, relaxado. No estado fluido de atenção plena e presença.

Desta forma, quando, por exemplo, encontrar com alguma pessoa, uma frase, assistir a um vídeo ou ouvir uma música, naturalmente será tocado pelas informações importantes presentes nestas circunstâncias. Pelo fato de você estar consciente, saberá encontrar os significados que estas experiências oferecem.

E os sonhos? Será que também podem trazer sinais ou mensagens? Se sim, como podemos fazer para absorvê-los? Falaremos sobre isso num próximo post! Se você gostou deste artigo e acredita que pode ajudar outras pessoas, compartilhe nas suas redes sociais ou com seus amigos.