Goiânia acolhe congresso sobre felicidade e espiritualidade com palestrantes internacionais

Com o tema Felicidade & Espiritualidade: Desafios e Valores do século XXI, aconteceu em Goiânia o XI Congresso Internacional da Associação Luso-Brasileira de Transpessoal (Alubrat) e XIII Congresso Internacional da Universidade Internacional da Paz (Unipaz).

Foram três dias de palestras, conferências, mesas redondas, oficinas e atividades culturais, facilitadas por nomes nacionais e internacionais como Fritjof Capra, Susan Andrews, Stanley KrippnerBasarab NicolescuJean Yves Leloup, May East, Roberto CremaKaká Werá e Manoel Simão, entre os mais de 30 palestrantes do Congresso, que aconteceu de 18 a 20 de outubro no Centro de Convenções da PUC-GO.

felicidade_espiritualidade

Segundo as presidentes das associações, Vera Saldanha e Hélyda Di Oliveira, felicidade e espiritualidade têm sido uma busca incessante do Ser desde os primórdios da humanidade, e é um tema extremamente atual neste início do século XXI.

O Congresso, que foi também transmitido online por meio do facebook, foi uma jornada de autoconhecimento, com reflexões, atividades e vivências para que cada participante pudesse sentir e descobrir, a partir de um verdadeiro encontro humano e espiritual, a sua fonte de felicidade genuína.

O encontro foi também uma celebração da união da ciência com a consciência e das contribuições da Psicologia Transpessoal e da Transdisciplinaridade para a humanidade e para o mundo acadêmico.

Prêmio e Homenagens

Honrando as raízes, o Congresso foi também uma homenagem ao semeador da Psicologia Transpessoal e fundador da UNIPAZ Pierre Weil e à realizadora de sonhos Dulce Magalhães. Entre as homenagens, destacou-se o Prêmio da Paz, concedido a Basarab Nicolescu como honra pelo seu legado da transdisciplinaridade, que conduz ao despertar da evolução da humanidade.

Tags: | | | | | | | | | | | | | | | | | | | | | |

INSIGHTS DO UNIVERSO

RECEBA GRATUITAMENTE CONTEÚDOS EXCLUSIVOS

Seu e-mail está 100% seguro!

Sobre o Autor

Sandrine Swarowsky
Sandrine Swarowsky

Desde que fui morar na Grécia em 2008, uma série de mestres e sincronicidades me despertaram para a dimensão espiritual. Isso me levou a uma crise vocacional e a partir disto a buscas que me levaram a um encontro extraordinário: o encontro comigo mesma, uma semente que venho cultivando e que vem crescendo e que, como toda grande colheita, é para ser compartilhada! Saiba mais em Autora.

0 Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *