Os 5 sintomas da fobia social

O que é fobia social, quais são os sintomas, será que tem cura?

Em primeiro lugar, é preciso entender que a fobia social é um transtorno comportamental que vai muito além da timidez. Muitas vezes confundidas, são duas coisas completamente diferentes. A seguir você vai conhecer os principais sintomas da fobia social.

Há pessoas que são mais extrovertidas que outras. Isso é da natureza humana, afinal, somos todos diferentes. Ser tímido não é necessariamente um problema, um defeito, mas a timidez em excesso pode resultar em fobia social.

Se você não gosta de falar em público, tudo bem. Ou se em uma festa com muitas pessoas se sente desconfortável, prefere ficar sempre próximo de pessoas que já conhece, pois isso lhe passa uma sensação de segurança, tudo bem também. Não sabe direito como iniciar uma conversa com um estranho ao qual acabou de ser apresentado? Relaxa, tá tudo certo. Isso é timidez e isso é um traço da sua personalidade.

Mas se essa timidez gera em você uma ansiedade extrema a ponto de não querer sequer sair de casa para não ter contato social com quem quer que seja, se só de pensar na confraternização de final do ano da empresa já começa a suar, ter calafrios, taquicardia… Sim, você pode estar sofrendo de fobia social, que também é conhecida por ansiedade social. Então, como descobrir se o que você sente é ansiedade e timidez ou fobia social?

Conheça os principais sintomas da fobia social e descubra com quais deles você realmente se identifica:

  • Medo de ser julgado por outras pessoas apenas por estar presente em determinado local
  • Pânico de falar em público, de passar por uma situação constrangedora, de se sentir humilhado por outra pessoa
  • Aversão a interagir com outras pessoas, de fazer contato visual, de se apresentar a estranhos
  • Receio de falar alto demais, esbarrar em alguma coisa, provocar algo que faça com que todos olhem na sua direção e você passe a ser o centro das atenções
  • Ansiedade e medo ao saber que terá que participar de algum evento ou atividade, ao ponto de sofrer por antecipação

Algumas dessas situações, como dissemos antes, pode ser causada apenas por ansiedade ou timidez. Mas a fobia social faz com que surjam sintomas, tanto físicos quanto comportamentais, quando você é exposto a algumas dessas situações. Quando esses sintomas físicos começam a aparecer associados a essas situações em um nível que você sente que sua vida está sendo prejudicada, tanto na esfera pessoal quanto na profissional, chegando ao ponto de você querer evitar muitas vezes sair de casa apenas para não ter que passar por nada disso, aí sim pode ser que você esteja sofrendo de fobia social.

Os principais sintomas físicos são:

  • Batimentos cardíacos acelerados (taquicardia)
  • Dores no estômago
  • Falta de ar (dificuldade para respirar)
  • Tontura
  • Vertigem
  • Náuseas
  • Diarreia
  • Sudorese

É claro que podem existir outros sintomas, pois a fobia social se apresenta de forma diferente em diferentes indivíduos, mas esses que listamos são os principais sintomas da fobia social. Há ainda os sintomas comportamentais e os mais comuns você encontra abaixo, podendo também haver outros.

Os principais sintomas comportamentais são:

  • Ansiedade exagerada
  • Sensação de pânico
  • Pensamentos negativos sobre si
  • Atenção exagerada ao seu próprio comportamento
  • Medo de ser o centro das atenções
  • Dificuldade de falar (tremor na voz ou gagueira)
  • Mãos trêmulas

Caso você apresente esses sintomas tanto físicos quanto comportamentais constantemente, é provável que você possa estar sofrendo de fobia social. 

A primeira coisa que você deve fazer é se perguntar quando e porque isso começou. Você sempre apresentou esses sintomas, desde criança? Foi alguma situação que desencadeou em você esse medo de conviver em sociedade? Você é capaz de se lembrar quando começou? Houve algum evento marcante ou trágico em sua vida antes desses sintomas aparecerem?

Fazendo essas perguntas você estará tentando entender a origem do seu problema e se conhecer melhor, saber o que pode desencadear algo assim em você. E isso é muito importante para o seu tratamento e a sua cura, além da sua paz interior. 

Há outras situações que são consideradas corriqueiras que os portadores de fobia social tendem a ter dificuldades em realizar como, por exemplo, utilizar banheiros públicos, comer na frente de outras pessoas, entrar em ambientes onde há várias pessoas (salas de cinema, auditórios). Algumas pessoas chegam, inclusive, a não conseguir namorar, pois sentem ansiedade e medo de se ver em um relacionamento que dure mais de 6 meses. Outras tem dificuldades no trabalho, escola ou faculdade.

Mesmo que ao ler este artigo você tenha se identificado com várias das situações e sintomas sobre os quais falamos, é importante que não se auto diagnostique. 

O que você deve fazer nesse caso?

Procure um psicólogo e dependendo do grau da intensidade, consulte um médico, preferencialmente um psiquiatra. Não tenha medo ou vergonha. Psicólogos e psiquiatras não cuidam apenas de pessoas “doidas”, como muitas pessoas costumam dizer. Aliás, esse termo sequer é usado na psiquiatria.

Anote todos os seus sintomas, as situações mais sérias pelas quais já passou e o resultado da sua reflexão, ao responder as perguntas que fizemos acima. Anote também todas as suas dúvidas. 

Se achar que não vai conseguir ir ao consultório, justamente por causa dos seus medos e da sua ansiedade, peça a uma pessoa de sua confiança para ir com você. Se não quiser, seu acompanhante não precisa entrar com você na sala do consultório, talvez você fique mais à vontade conversando a sós com o especialista.

E tenha certeza de que seu médico ou psicólogo não irá julgá-lo ou julgá-la. Ele já viu muitos casos ao longo de sua profissão e você não será o centro das atenções para ele. A intenção dele será sempre a de ajudar. 

Fale sobre tudo, repetimos, sem medo ou vergonha. A fobia social tem tratamento, pode ser controlada. Você não precisa viver com medo, sofrendo por antecipação, com angústia para o resto da sua vida. Procure ajuda, se ajude e volte a ser feliz.

Tags: | | |

INSIGHTS DO UNIVERSO

RECEBA GRATUITAMENTE CONTEÚDOS EXCLUSIVOS

Seu e-mail está 100% seguro!

0 Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *