Como saber se o Feminino e Masculino estão em equilíbrio

Quando o Feminino se relaciona com o Masculino e ambos estão saudáveis e em equilíbrio, a criatividade masculina consegue ter espaço para novas ideias e construir novos planos. Sente-se motivado, com vontade de aprender, crescer e expandir para criar oportunidades e novas possibilidades. Encontra reconhecimento e apoio para explorar novas estruturas onde a energia feminina poderá vir a criar. Isto acontece dentro de cada um de nós, tanto individualmente como numa relação com outra pessoa.

Quando a energia feminina se encontra alinhada com a energia masculina, ela flui facilmente para criar, desenvolver suas habilidades, fazer o que gosta e realizar seus sonhos. Pois a energia masculina saudável oferece estrutura, segurança e estabilidade. É confiável, tem uma direção, força e um sentido de proteção para a energia feminina poder criar. E a energia feminina, sentindo-se segura, torna-se expansiva e criativa. É neste equilíbrio de troca que fluem juntos numa contínua co-criação. À medida que a energia feminina vai criando, a masculina vai expandindo a estrutura para dar todo o espaço de que ela precisa. Existe um equilíbrio, uma excitação pela paixão de criar juntos.

No nível individual, você pode identificar alguns aspectos para saber se o feminino e o masculino estão em harmonia e equilíbrio. Observe se você valoriza:

  • Tanto o sentimento quanto o pensamento;
  • Tanto a intuição quanto a racionalidade;
  • Tanto a palavra quanto o silêncio;
  • Tanto a receptividade quanto a firmeza;
  • Tanto a matéria quanto o espírito;
  • Tanto o ser quanto o fazer.


Tags: | | | |

INSIGHTS DO UNIVERSO

RECEBA GRATUITAMENTE CONTEÚDOS EXCLUSIVOS

Seu e-mail está 100% seguro!

Sobre o Autor

Sandrine Swarowsky
Sandrine Swarowsky

Desde que fui morar na Grécia em 2008, uma série de mestres e sincronicidades me despertaram para a dimensão espiritual. Isso me levou a uma crise vocacional e a partir disto a buscas que me levaram a um encontro extraordinário: o encontro comigo mesma, uma semente que venho cultivando e que vem crescendo e que, como toda grande colheita, é para ser compartilhada! Saiba mais em Autora.